Cadeia de falhas

Linha do tempo: o avanço do crime no RS a cada atraso na Penitenciária de Canoas

Apresentada como "ponto de virada" para a solução da superlotação no sistema prisional gaúcho, obra se arrasta sem prazo para conclusão

Por José Luis Costa
11/08/2017 - 21h39min
Compartilhar:
Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

Prometida ainda em 2010, a construção da Penitenciária de Canoas se arrasta por diferentes governos e retrata como a burocracia emperra construções no Estado. A primeira das quatro unidades deveria ter ficado pronta em nove meses, mas levou dois anos e sete meses. As outras três sequer têm prazo para serem concluídas. Confira na linha do tempo abaixo o que mudou no Estado desde o anúncio do complexo prisional — e como as estatísticas de violência deram um salto no período.

Publicidade

Compartilhar:

Publicidade