Carreira

Wenger vai continuar como técnico, dentro ou fora do Arsenal

Francês de 67 anos comanda o time inglês desde 1996

Por AFP
17/02/2017 - 14h08min
Compartilhar:
Foto: IAN MACNICOL / AFP

O técnico Arsène Wenger revelou, nesta sexta-feira, que continuará trabalhando como treinador na próxima temporada, seja no Arsenal ou em outra equipe.

Publicidade

— Aconteça o que acontecer, continuarei treinando na próxima temporada, seja aqui no Arsenal ou em outro lugar — garantiu Wenger.

O francês, que comanda os Gunners há mais de 20 anos, está na corda bamba depois da humilhante goleada sofrida contra o Bayern de Munique por 5 a 1, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Leia mais:

Manchester City é multado por não cumprir regulamento antidoping
Borussia Dortmund quer comprar colina que dá vista para CT do clube
Prefeitura de Madri autoriza reforma do Santiago Bernabéu

O treinador tem contrato com o clube londrino até o fim da temporada e afirmou que vai decidir o futuro na capital inglesa em março ou abril.

— Detesto perder, ainda mais desse jeito. Mas tenho a força e a experiência para me recuperar — argumentou o francês, que foi duramente criticado pela imprensa inglesa.

Os jornalistas do país são os principais apoiadores da mudança no banco de reservas do Emirates Stadium. A mídia acredita que o tempo de Wenger no Arsenal se encerrou, argumentando que o time é incapaz de avançar às quartas de final da Liga dos Campeões desde 2010.

O treinador assumiu os Gunners em setembro de 1996, depois de comandar o Nagoya e ter no currículo o título francês de 1988, com o Monaco.

Os 10 primeiros anos foram de muitas vitórias: três Campeonatos Ingleses, quatro Copas da Inglaterra e o vice da Liga em 2006, contra o Barcelona.

Depois de bater na trave no torneio europeu, o time desandou e o dinheiro investido na construção do estádio impossibilitou novas contratações de peso. Atualmente, o time é quarto no Campeonato Inglês, a 10 pontos do líder Chelsea.

Compartilhar:

Publicidade