Vitória para aproximar

Renato corrige previsão sobre Corinthians: "Despencar vai ser difícil, mas vai tropeçar, sim"

Treinador gremista também comentou alterações da equipe no intervalo

16/07/2017 - 19h08min
Compartilhar:
Renato Portaluppi trocou o time no intervalo e viu o Grêmio virar no segundo tempo
Renato Portaluppi trocou o time no intervalo e viu o Grêmio virar no segundo tempo Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Antes mesmo de responder a primeira pergunta sobre a vitória contra a Ponte Preta, o técnico Renato Portaluppi se antecipou aos repórteres e corrigiu a previsão que havia feito após o jogo contra o Flamengo, de que o Corinthians iria invariavelmente "despencar" no Campeonato Brasilieiro, no qual está invicto e isolado na liderança:

Publicidade

– Peço desculpa, me posicionei mal na entrevista e troquei uma palavra: falei que o Corinthians iria despencar, e não usei a palavra certa. Eu deveria ter falado que iria tropeçar. E nisso eu não mudo minha opinião: despencar vai ser difícil, mas vai tropeçar, sim – garantiu o treinador gremista.

Leia mais:

Cotação ZH: veja quem foi o destaque do Grêmio na vitória sobre a Ponte Preta Aranha reclama de xingamentos da torcida do Grêmio: "Vejo ódio na cara das pessoas"
Grêmio vence a Ponte Preta de virada e fica a oito pontos do Corinthians

Já sobre a partida desta tarde, na Arena, Renato comemorou a virada no segundo tempo. Disse que ajustou "duas ou três coisinhas" no vestiário, correções que ajudaram o time a manter a bola no campo de ataque e chegar com perigo dentro da área adversária.

– Corrigi algumas coisinhas no intervalo. A Ponte não saía de trás, totalmente retrancada. Estávamos demorando para tirar um zagueiro para marcar o Sheik e adiantar sempre um cabeça de área nosso, justamente para pegar o outro cabeça de área, que estava atrás dos nossos atacantes. Encurtamos os espaços, adiantamos nossa equipe, e a Ponte quase não criou mais. Ajustamos essas duas ou três coisinhas, o Grêmio cresceu e virou.

Confira outras respostas de Renato Portaluppi sobre a partida contra a Ponte Preta:

ALTERAÇÕES NO INTERVALO

"Já sabíamos que a Ponte ia jogar dessa forma, que ia se fechar e jogar por uma bola, tentando achar um gol por bola parada ou em um contra-ataque. Infelizmente, conseguiram achar um gol no primeiro tempo. Estava muito difícil entrar na defesa deles, então tirei o Artur no intervalo, deixei o Ramiro por dentro e botei o Fernandinho, que é um jogador de qualidade, com drible. Ficamos com possibilidade de entrar na área pelos dois lados."

TROPEÇOS DOS RIVAIS

"Acima de tudo e em primeiro lugar, o Grêmio precisa fazer a parte dele. Não adianta o Corinthians tropeçar e o Grêmio não fazer a parte dele. Tem equipes que estão atrás e vão chegar, tenho certeza disso. Ninguém está tirando os méritos do Corinthians, pelo contrário, mas não tem nenhuma equipe que comece bem um campeonato tão longo e tão difícil e acabe assim. Vai tropeçar, é natural do futebol. O Grêmio que não pode ficar tropeçando também. Em primeiro lugar, temos que nos distanciar daquele pelotão que vem atrás e ver o que acontece com os jogos do Corinthians. Não acabou nem o primeiro turno. Todas as equipes vão ter problemas de cartão, de lesão, e isso vai atingir também o Corinthians."

ACÚMULO DE GORDURA

"É importantíssimo. Nós tínhamos uma gordura e sabíamos que, mais cedo ou mais tarde, poderíamos tropeçar, como tropeçamos. Mas continuamos no pelotão da frente. Contra Flamengo e Ponte, recuperamos um pouquinho da gordura que havíamos perdido. Não é só correr atrás do Corinthians, é importante se distanciar desse pelotão. É importante somar o máximo de pontos, buscando sempre as vitórias."

PRÓXIMOS JOGOS

"Vamos pegar dois adversários que estão praticamente na zona de rebaixamento (Vitória e São Paulo). Fomos bastante malandros contra o Flamengo, conseguimos jogar bem no segundo tempo, com bastante inteligência. Vai ter que ser igual, vamos ter que jogar com inteligência. Sabemos do desespero de Vitória e São Paulo. A partir de amanhã começo a pensar neles. Mas desde já falo para vocês: o Grêmio tem sua maneira de jogar, joga sempre para buscar os três pontos. O Grêmio joga sempre para vencer."

MILLER BOLAÑOS

"O Bolaños é jogador do Grêmio. Empregado do Grêmio, como eu sou. Ele é pago para trabalhar e ficar à disposição do treinador. Mas esses jogos estão sendo muito pegados, muito difíceis, e é um jogador que está voltando de lesão. Ficou muito tempo parado, jogou contra o Palmeiras e hoje poderia ter entrado, mas resolvi colocar jogadores que estavam com mais ritmo de jogo. Ontem, recebi a informação de que foi uma coisa leve, quase nada, mas que ele sentiu o adutor. Então, poupei ele de ter entrado, por causa dessa dorzinha que chegou aos meus ouvidos. Mas está recuperado, à disposição, não só ele, mas todo mundo. Precisamos de todo mundo, todo mundo tem que estar ligado. O jogador que entrar no início ou durante a partida tem que se doar como os outros companheiros estão se doando."

Compartilhar:

Publicidade