Sexta-feira

Ruptura no asfalto Av. da Legalidade causa congestionamento no acesso a Porto Alegre

Prefeitura ainda não sabe o que causou o rompimento do asfalto

Por Felipe Daroit
19/05/2017 - 07h35min
Compartilhar:
Foto: EPTC / Reprodução / Reprodução

Uma ruptura no asfalto em três faixas da Avenida da Legalidade e da Democracia bloqueou o trânsito na via da madrugada até o início da manhã desta sexta-feira. Equipes da prefeitura de Porto Alegre realizaram o reparo emergencial e o tráfego nas três faixas da avenida foi liberado, mas o transtorno causa cerca de sete quilômetros de congestionamento no acesso à Capital pela BR-290. A prefeitura ainda não tem prazo para realizar o conserto definitivo.

Publicidade

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) trabalhou desde a madrugada para organizar o trânsito na região. O problema atingiu três faixas da avenida, no sentido interior-Capital, que tradicionalmente registra volume intenso de tráfego nas manhãs devido ao fluxo da Região Metropolitana. 

O trânsito também causou lentidão nas avenidas Protásio Alves, na região do Caminho do Meio e na Bento Gonçalves com a estrada João de Oliveira Remião.

O que diz a Divisão de Conservação de Vias Urbanas (DCVU), da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Smim):

"O viaduto de acesso da Av. da Legalidade em direção ao túnel da Conceição apresenta problemas relacionados às juntas de dilatação. Há necessidade de recuperação estrutural destas juntas para evitar os transtornos que ora foram causados. O asfalto no encontro com a junta não fica confinado e acaba, devido à circulação intensa, rompendo-se e caindo dentro da junta, o que causa o buraco nas proximidades dela. Não temos previsão de execução destes reparos em definitivo já que envolve a elaboração de projeto específico para recuperação destas juntas e contratação de empresa especializada neste tipo de serviço. Na tarde desta sexta-feira, 19, está sendo realizada manutenção paliativa com asfalto nos demais buracos existentes nas outras juntas."


Compartilhar:

Publicidade