Karol conversar com a cantora Alice Caymmi na próxima segunda-feira
Tombadora

Autêntica, cantora Karol Conka mostra desenvoltura na apresentação do "Superbonita"

Rapper está à frente da atração do canal fechado desde março 

Por Nathália Carapeços 19/05/2017 - 12h34min · Atualizada em 19/05/2017 12h34min
Compartilhar:

Não deu outra: Karol Conka assumiu o programa Superbonita, do GNT, e está tombando. Ou arrasando, estourando e mandando muito bem – para quem não está tão familiarizado assim com a gíria popularizada pela curitibana na música Tombei. A rapper está à frente da atração desde março e tem mostrado desenvoltura como apresentadora. Autêntica e descolada, Karol conquista os convidados e o público com simpatia e humildade. Deixa os participantes à vontade e conduz os papos sem preconceitos – não há padrões a seguir, nem regras para se encaixar em determinado perfil. A cantora defende a pluralidade e fala abertamente sobre os preconceitos enfrentados na vida, já que é mulher, negra, de origem humilde e foi mãe mais jovem.

Publicidade

Leia mais:
Cao Hamburger acerta em cheio ao transformar "Malhação" em palco para discussão de questões sociais 
"Brasil a Bordo", de Miguel Falabella, tem como destaque galeria de personagens

Entre os destaques da temporada, está o episódio com Taís Araújo. A dupla fala, entre outros temas, da conquista de espaço da mulher negra na TV e de como esses exemplos influenciam crianças e jovens. Outro bate-papo que vale a pena conferir é com Clarice Falcão – a artista aborda a participação da família na construção da identidade. Nomes como Ludmilla, Valesca Popozuda e Débora Nascimento também já participaram dessa temporada. Na próxima edição (22/5), é a vez de Karol conversar com a cantora Alice Caymmi. O programa é exibido às 21h, sempre às segundas – todos os episódios estão disponíveis online no GNT Play.

A NOVELA E SUA SOBERANIA
Na pegada do mês das mães, a empresa de pesquisa de mercado GfK divulgou um levantamento sobre o consumo de TV pelas mulheres. Os dados mostram que as novelas seguem entre as produções queridinhas do público acima de 18 anos, perdendo apenas para o jornalismo. Em terceiro lugar, aparece a categoria de filmes. E, quando o assunto é fidelidade, que aponta a média de permanência do telespectador em um programa ou faixa horária, o folhetim se destaca com 69%, seguido do conteúdo infantil, com 64%. A pesquisa é referente a 15 regiões metropolitanas do país, incluindo Porto Alegre, e considera TV aberta e fechada.

O MELHOR
O Lady Night, de Tatá Werneck, é uma das melhores novidades da TV em 2017. Parecia apenas mais uma talk show, mas a guria conseguiu inovar – e o grande destaque é o quadro Entrevista com Especialista. A primeira temporada no Multishow já acabou, mas uma nova leva de episódios chega em outubro.

O PIOR
A gafe envolvendo Taís Araújo e Ana Maria Braga no Mais Você deu o que falar nas redes sociais. A atriz não come abóbora, e a apresentadora cozinhou justamente um prato de nhoque de abóbora. Criou um climão. Mas a culpa é da produção, né? É preciso saber o que o convidado não gosta antes de levar a pessoa ao programa.

Leia outras colunas Teletudo em ZH

Compartilhar:

Publicidade