Projeto funciona em casarão antigo na Rua General Auto, no Centro da Capital
Clima de feira

Voltado a jovens artistas, Acervo Independente encerra atividades com festival na rua, neste sábado

Evento ocorre no Centro Histórico de Porto Alegre e é aberto ao público

Por Luiza Piffero 10/08/2017 - 16h58min · Atualizada em 10/08/2017 19h07min
Compartilhar:

Após quase quatro anos de atividades, o Acervo Independente fechará as portas neste sábado (12/8) com um festival que envolverá artes visuais, música, cinema, performance e moda. Artistas e expositores diversos inscreveram-se para participar do evento, que terá clima de feira e tomará conta da Rua General Auto, onde fica o casarão que é a sede do projeto. 

Publicidade

Mistura de galeria, ateliê coletivo e coworking, o Acervo Independente foi fundado por estudantes do Instituto de Artes da UFRGS, em dezembro de 2013: Cacau Weimer, Cadu Peixoto, Joana Burd, Fernanda Medeiros, Priscila Kisiolar, Manoela Furtado e Zeh Poeta. O projeto logo despontou no circuito de arte de Porto Alegre por dar espaço a jovens artistas em começo de carreira. Ganhou relevância a ponto de, em 2015, abrigar a 10ª Bienal do Mercosul e receber o Prêmio Açorianos de destaque em espaço institucional de divulgação artística. 

Leia mais:
Autor de grafites espalhados pelas ruas de Porto Alegre, Marcelo Pax inaugura a exposição "Utopias"
Eduardo Haesbaert revela trabalhos inéditos na mostra "Remove"
Outras notícias de artes visuais 

– Dentro da universidade, percebemos lacunas no campo de arte. Quem estava começando não tinha lugar para fazer a primeira exposição e não conseguia se inserir nesse campo nem no mercado. A segunda questão era prática: queríamos um espaço para produzir e montar mostras – explica Priscila Kisiolar, uma das gestoras da casa. 

O grupo de fundadores, na faixa dos 20 e 30 anos, alugou o casarão no Centro, e, com uma campanha de crowdfunding, angariou R$ 21,5 mil. Passaram a realizar um grande número de exposições – cerca de 10 por ano, totalizando 37 mostras, com 1.552 obras de 660 artistas. Alguns eventos transbordavam da casa para a rua – um deles, em 2015, atraiu 3 mil pessoas.

O projeto nunca deu retorno financeiro, mas recentemente os problemas se aprofundaram, o que acelerou o fim das atividades. 

– O Acervo sempre foi sustentado pelas pessoas que trabalhavam na casa. Nos últimos meses, tivemos problemas para locar espaços. No início, todos estávamos na faculdade e à medida que nos formamos, entramos no mestrado, viramos professores, o tempo que se tinha para devotar ao Acervo já não era mais o mesmo – explica Priscila.

Além disso, o casarão possui altos custos de manutenção e, há pouco, foi doado à Santa Casa, gerando a expectativa de que seja requisitado pela imobiliária em breve. O encerramento tem causado comoção no meio artístico, mas, segundo Priscila, não há chance de que o projeto seja retomado. 

FESTIVAL DE DESPEDIDA DO ACERVO INDEPENDENTE
Sábado (12/8)
, das 14h às 22h.
Rua General Auto, 219, no Centro Histórico, em Porto Alegre.
Entrada gratuita
O evento: festival de encerramento das atividades do Acervo Independente, com artes visuais, música, cinema, performance e moda. A rua estará fechada para o evento, que, em caso de chuva, ocorrerá dentro da sede. Mais informações pelo e-mail acervoindependente@gmail.com. 

Participantes:
Artes Visuais – Caio Proença, Cacau Weimer, Coletivo Amarra, Coletivo Torre, Clarice Sena, Karla Santos, Laura Moreira, Leonardo Soares, Raul Dotto Rosa e Ursula Jahn;
Cinema e Video –  Filipe Rossetti e Marcelo de Oliveira Rosa Prates e Julha Franz; 
Performance –  Joana Burd e Julha Franz;
Música – discotecagem da casa, palco aberto e Victorino;
Moda –  Bárbara Kasper, Humanus, Plastic Kidz Brechó e Saindo do Armário Brechó;
Outros – Cactus Edições, Caseirinha, Devaneio, Editora Le Chien, Outing e Tropical Blue;
Bebida –  Cervejaria Old Boys, Cervejaria Macuco, Cerveja Aham e Pacha Cervejas Artesanais.

Preste atenção: No final do evento, será sorteada uma rifa para angariar verba para os custos de encerramento do projeto. Os números podem ser adquiridos por R$ 5 com os residentes do Acervo ou via inbox pelo perfil facebook.com/acervoindependente.

Compartilhar:

Publicidade