Mais proteção

MRV investe em segurança do trabalho

Líder no segmento de imóveis populares, a MRV é exemplo no setor da construção civil

19/05/2017 - 16h11min
Compartilhar:

De acordo com a Organização Internacional do Trabalho, são registrados mais de 700 mil acidentes de trabalho por ano no Brasil. E o mais atingido é o setor da construção civil, principalmente devido à falta de equipamentos especializados e de fiscalização nos canteiros de obras. Apesar do cenário alarmante, existem empresas com iniciativas que zelam pela proteção do funcionário. 

Publicidade

Construção civil exige investimento na segurança dos funcionáriosFoto: Daniel Conzi / Agencia RBS

A MRV Engenharia é uma delas. Líder do segmento de imóveis populares, a empresa é exemplo para o setor da construção civil na área de segurança. Só em 2016, a empresa investiu mais de R$2,5 milhões em Porto Alegre e Região Metropolitana. Nesse ano, apenas no primeiro trimestre, já são mais de R$470 mil investidos. Entre as medidas adotadas estão a implantação de galerias de acesso nas obras, treinamento, fiscalização constante e isolamento das áreas de risco. 

PARA PROTEGER

Para evitar quedas dos funcionários, proteções coletivas, fechamento dos shafts e das janelas, guarda-corpos metálicos na periferia das estruturas e escadas são instalados em todas as construções. Além disso, a MRV organizou comissões de esclarecimento para cada canteiro de obra no estado gaúcho. Formadas por engenheiros, analistas de engenharia, técnicos de segurança do trabalho e apontadores de obra, a proposta é responder dúvidas individuais dos trabalhadores acerca de aspectos relacionados ao desempenho da função, incluindo instruções sobre procedimentos de segurança. 

PROATIVA

Desde o ano passado, a MRV oferece também o Programa Proativa, criado para desenvolver e qualificar os operários com cursos de aperfeiçoamento. Um dos parceiros no desenvolvimento de algumas capacitações do programa é o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Construção Civil (Sticc). ¶

– Temos encontrado no Sticc um parceiro importante para o aperfeiçoamento das práticas de segurança no trabalho. Além disso, o Sindicato presta um serviço de fiscalização em nossos canteiros, o que permite que nossa empresa monitore os terceirizados, principalmente no tema da garantia dos direitos trabalhistas - comenta o diretor regional Sul da MRV, Ralf Haddad. 

Compartilhar:

Publicidade